Meercadores entre portugal e castela na idade medi.pdf

Meercadores entre portugal e castela na idade medi

Isabel Vaz De Freitas

Este livro, dedicado ao público empenhado em conhecer as andanças do homem nos finais da Idade Média, surge na sequência de estudos desenvolvidos sobre a fronteira e sobre os contactos entre os reinos Peninsulares medievais. As reflexões, nele contidas, referem-se uma realidade há muito esquecida, e procuram revelar atitudes quotidianas da população, disposições políticas de um corpo central e das suas relações com a comunidade, traçar as feições de terras e gentes que distintamente marcam territórios que se aproximam em vontades, em desejos e em comportamentos. Ambicionam conhecer como vive e convive o homem em torno da fronteira, o interesse que este coloca nas vias comerciais que cruzam terras raianas, que mercadorias fomentam as trocas, o que se produz de interesse para o reino vizinho, o que procura o homem quando se desloca ao mercado, como obtém os produtos que mais necessita, como trabalha a matéria-prima disponível para fazer face à oferta e à procura, a que materiais tem acesso o homem comum, e muitas outras vivências de um quotidiano diverso em sentimentos e expressões. Neste universo centrado em torno dos inícios do século XVI detectaram-se os mercados mais populares, as feiras mais frequentadas, as vias mais utilizadas, os nomes de desconhecidos que, um após outro, construíram o que somos hoje e desenharam as cidades e vilas que marcam o nosso espaço e a nossa cultura. Peças fundamentais para o crescimento de um reino que se comporta entre as crises e a abundância. Trilharam-se alguns destinos, sentiram-se alguns desafios de homens e mulheres que tentam sobreviver ou enriquecer. Modos de vida que conhecem como únicos, apesar das grandes dificuldades pessoais e colectivas. Provas de esforço que hoje podemos apreciar.

21 Fev 2007 ... Idade Média - Crescimento Urbano; Comércio e Sociedade. ... então Rei de Portugal, perante as ameaças de Castela (Espanha), cria uma nova muralha de defesa ... corporações entre artesões e guildas entre mercadores.

4.63 MB Tamaño del archivo
9788497041942 ISBN
Gratis PRECIO
Meercadores entre portugal e castela na idade medi.pdf

Tecnología

PC e Mac

Lea el libro electrónico inmediatamente después de descargarlo mediante "Leer ahora" en su navegador o con el software de lectura gratuito Adobe Digital Editions.

iOS & Android

Para tabletas y teléfonos inteligentes: nuestra aplicación gratuita de lectura tolino

eBook Reader

Descargue el libro electrónico directamente al lector en la tienda www.leseoffensive.st o transfiéralo con el software gratuito Sony READER FOR PC / Mac o Adobe Digital Editions.

Reader

Después de la sincronización automática, abra el libro electrónico en el lector o transfiéralo manualmente a su dispositivo tolino utilizando el software gratuito Adobe Digital Editions.

Notas actuales

avatar
Sofi Voighua

MERCADORES ENTRE PORTUGAL E CASTELA NA IDADE MEDIA. by admin · Published 18 noviembre, 2015 · Updated 18 enero, 2016. 0. SHARES. Share Tweet. Autor: ISABEL VAZ ... Comprar el libro Mercadores Entre Portugal e Castela na Idade Média de Isabel Vaz de Freitas, Ediciones Trea, S.L. (9788497041942) ...

avatar
Mattio Mazios

27 Jan 2011 ... As Relações Externas de PORTUGAL na IDADE MÉDIA» ... Este relacionamento entre os mercadores portugueses e o monarca inglês, deixa ... para tratarem do casamento entre D. Mafalda e o rei de Castela D. Henrique. média da sociedade formada pelos mercadores ou homens de “fazenda” ou ... Abordei largamente esta matéria em “O poder e as autarquias locais no trânsito da Idade Média para a ... A existência de atritos entre os mercadores portugueses e estrangeiros vinha ... infantil e juvenil, tal como se observa no reino de Castela.

avatar
Noe Schulzzo

Mercadores Entre Portugal e Castela na Idade Média Isabel Vaz de Freitas. Colección: Piedras angulares. Materias: Historia. Edición en papel Formato: 15 x 21 Páginas: 248 Peso: 0.38 Kg ISBN: 84-9704-194-1 Año: 2006. 22,00€ Comprar.

avatar
Jason Statham

Em 1385, D. João, Grão-Mestre da Ordem de Avis, ciente do apoio da burguesia, evitou a anexação de Portugal a Castela, na Batalha de Aljubarrota. Como regente do reino, D. João I, acabou por assumir a coroa de uma nação cujas urbes costeiras eram um importante elo de ligação entre o Mediterrâneo e o espaço do mar do Norte, apresentando já um grande desenvolvimento económico.

avatar
Jessica Kolhmann

Na Alta Idade Média, essa cidade foi palco de inúmeros conflitos políticos, durante o ... Iniciou-se uma guerra entre Castela e Portugal, que foi vencida pelos ... a dinastia de Avis, além de receber amplo apoio dos mercadores portugueses, ... 27 Jan 2011 ... As Relações Externas de PORTUGAL na IDADE MÉDIA» ... Este relacionamento entre os mercadores portugueses e o monarca inglês, deixa ... para tratarem do casamento entre D. Mafalda e o rei de Castela D. Henrique.